Cirurgia de Varizes

Cirurgia de VarizesSão feitas pequenas incisões com um período hospitalar de 24 horas e as varizes retiradas não prejudicam e nem causam danos à circulação. Cirurgia de Varizes a Laser O tratamento cirúrgico pode ser feito de forma convencional ou a laser; porém, o tratamento feito a laser possui mais vantagens, pois além de retirar as veias doentes, nesse caso veia safena não precisa ser retirada. O laser atinge a hemoglobina que, ao ser atingida pelo laser, eleva sua temperatura e elimina o vaso pelo calor. Além disso, a cirurgia a laser diminui o período pós-operatório, mas há restrições contra a exposição ao sol antes e depois do procedimento.

Escleroterapia ou esclerose

É um tratamento para a remoção de vasinhos e microvarizes (varicoses) que não utiliza cirurgia. Alguns pacientes têm pequenas ramificações vermelhas que são mais conhecidos como vasinhos. Esses pequenos vasos não causam risco à saúde e provocam problemas com a aparência. É um tipo de procedimento que não deve ser feito em vasos de grande calibre, pois pode causar complicações. O tratamento desses vasinhos é feito com a aplicação de remédios esclerosantes nas veias que não estão boas e isso faz com que elas endureçam e obstruam o fluxo sanguíneo. Quando esse procedimento é feito, faz com que o sangue busque veias saudáveis melhorando a circulação na região.

Crioescleroterapia

É um método utilizado para o tratamento de pequenos vasos e como a escleroterapia, também utiliza substâncias esclerosantes. Entretanto, o diferencial está na temperatura do produto aplicado que sofre uma redução da temperatura natural para 40 graus abaixo de zero. Essa baixa temperatura intensifica o trabalho do produto esclerosante fazendo com que ele destrua por completo os indesejáveis vasinhos. Os custos do tratamento são maiores que o convencional, porém há uma redução no número de sessões.

Doenças em veias e arterias

Erisipela

Infecção de pele pErisipela.ode ser causada pelo estreptococos ou até por estafilococos. Surge nos braços, pernas e no rosto. Surge uma erupção vermelha e dolorida que podem formar vesículas. Os gânglios linfáticos que rodeiam a zona afetada podem aumentar seu volume. O paciente pode até sentir febres e calafrios. O tratamento de Erispela é feito com a utilização de antibióticos após a identificação da doença.

ErisipelaFlebite Superficial

Doença em que ocorre a inflamação e a coagulação de uma veia superficial e isso pode ocorrer por causa de um traumatismo ou uma ferida. Surge frequentemente nas pessoas que têm varizes.

Linfedema

Pode ocorrer devido a uma obstrução na circulação, causando edemas em determinadas áreas do corpo como braços e pernas. Pode causar uma sensação de peso na região que foi afetada. Está subdividido em primário e secundário: no primário, ocorre a obstrução dos vasos linfáticos de forma congênita, já os secundários são o resultado da obstrução desse tipo de vaso por infecções ou cirurgias.

Varicorragia

Rompimento de uma variz causando hemorragia. Pessoas que sejam acometidas por isso quando estiverem sozinhas podem ir a óbito, pois esse problema pode ser estabilizado com a elevação das pernas e comprimindo o local. Embolia Pulmonar A embolia é a obstrução uma artéria do pulmão que é causada por um êmbolo, ou seja, coágulo. Quando o coágulo está na corrente sanguínea é comum que ele se desloque para o pulmão.

Úlcera

A úlcera crônica na perna acontece quando há um ferimento abaixo do joelho que não cicatriza em até 6 meses.